todos estão surdos, inclusive eu

Chegam a mim
Com suas carências, dependências e insolvências.
Não dou muita bola.
Quando insistem por uma resposta:
“Isso é normal”
Um olhar de falsa comiseração
Um tapinha no ombro com a força de um
“Vá com Deus!”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Rafael Geremias