vero romântico


Para Edna e Fran

Você mijou na minha boca! Eu estava calado, porque era tudo verdade o que me dizia. Quanta honestidade nesse nosso amor. A vida só existe com honestidade, o resto é ficção. Poder dizer que durante a manhã estava indisposto por causa de uma diarreia, é para poucos que eu digo. Por isso as lágrimas estão soltas pelo rosto, correm livremente pelos sulcos da pele. É tudo água. Veio d’água. Sou feito de água e deve ser por isso que fico tão difícil em dia de lua cheia. A maré sobe e viro pura arrebentação. Não me contenho. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Rafael Geremias