Repouso - Poema Imagem

V


Depois,
contíguo ao seu sono,
meu corpo;
ao seu sonho,
meu eu.


2 comentários:

  1. Lindíssimo e profundo poema!

    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. também uma busca pela eternidade, né?
    ou se não uma busca, já quase um sucesso despretensioso.
    :D

    ResponderExcluir

Rafael Geremias