Resumo

Porque é triste o começo
eu anuncio o fim
porque deverá ser alegre o fim
é que maldigo o começo sem me precipitar;
por isso mordo os extremos
feito cadela no cio
ou como fagia felina:

o nascituro disforme,
por natureza,
é abocanhado pela mãe.

4 comentários:

  1. humanamente teclando, somos mesmo de extremos..

    *um comentário infeliz agora: "nascituro" me rendeu uma consulta ao dicionário.. risas.. n conhecia a palavra...

    abs grande.

    ResponderExcluir
  2. assim como o que dá prazer a uma viúva-negra, é aquele que vira preza na sua mesa de jantar

    ResponderExcluir
  3. Você tem algo de Nietzsche, ou Heidegger, mas o que percebi desta única poesia lida, é que tens um dom inestimável. Continue, inpire-se, escreva-se...
    Passa no Filopatia, tem minhas ideias la. Acredito ser um pouco parecido.
    Abraço do Polícleto

    ResponderExcluir

Rafael Geremias