Interjeição

Ih


Onomatopéia de espanto
Susto
Grito sustido nos dentes
Versos de efeito
Código de morte
Ávida fome de assombração
Velado gemido
Enrustido arrepio trespassado pelo meio das pernas
Desejo de palavra
Desejo repetido de palavra
Fome de corpo na palavra
Fome do ausente na palavra
Fome de graça
pois que cada palavra é
súplica
tréplica
pois que cada palavra é
réplica divina.
______________________________

Quero agradecer a todos que visitam meu blog em especial à Thalita Carvalho do blog Quarto Índigo, que me indicou como sendo um blog amigo. É justamente pelo carinho de vocês, pelos comentários de admiração e a simples "passadinha" de vocês que me estimula e faz crer que estou no caminho certo.

Beijos e Abraços

Rafa ; )

4 comentários:

  1. bem, n tenho moral p teclar por todos os q por aqui passam, mas se eu a tivesse, teclaria q somos nós q agradecemos... (na verdade, acho q todos acabam pensando assim...)

    qto ao texto, ele me fez lembrar caetano veloso... (n tome isso como uma crítica, mas como um elogio de alguém q n sabe entender as coisas sem usar a sua visão racional e comparativa de tudo o q o cerca...risas...)

    abs e bom meio de semana ae.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom, não sabia que "Ih" era tanta coisa assim, rs.

    ResponderExcluir
  3. Rafa!!! Você merece esse selo e muitos outros!! Adorei essa nova poesia também!!Parabéns!

    ResponderExcluir

Rafael Geremias